21/07/2011

Desenho a Lápis - Técnicas Usadas I - Mão Livre

Boas, pessoal!!!!

Neste trabalho e no próximo apresentarei duas técnicas diferentes - esta do Clint eu chamarei de 'traço livre ou solto' ou, como muitos preferem, a expressão 'à mão livre' .
No próximo usarei da chamada técnica da sobreposição ou decalque - cada uma tem suas particularidades bem como virtudes e defeitos. 
Uma outra técnica já abordada aqui no blog é a da 'quadriculação', muito boa, principalmente para iniciantes, mas torna o desenhista um eterno dependente da régua , porque sem ela não consegue fazer nada ou quase nada.

O exemplo-esboço desta vez é o rosto super-ultra-mega enrugado do nosso bom e velho conhecido, o ator Clint eastwood, do alto de seus 80 anos ( completados em 2010 ).

Eu queria o rosto de um homem idoso desta vez e quando vi esta foto do Clint no Google imediatamente me deu vontade de rabiscá-la inteira, no bom sentido, claro.
Fora que a cara do Clint é muito expressiva, mesmo nesse eterno papel de rabugento-canastrão que o consagrou nas telas.( Tá bom, eu confesso - sou fã do cara!)


O alto contraste de luz e sombra da imagem aliados à textura forte da pele envelhecida do Clint serve de base para um ótimo estudo de sombreamento e textura para qualquer desenhista, seja iniciante ou veterano, como o exemplo da "mulher idosa" postado aqui no blog .
Comecei - obviamente - com o traçado básico da 'cabeça de ovo' e, no caso da imagem, o rosto "chupado" do ator evidencia logo de cara o "círculo" da cabeça e o "oval" do queixo ( usem a imaginação e verão! ).
O material - bem simples - lapiseira 0.5, borracha macia, lápis HBe 6B somente.

Vamos ao esboço!!

Técnica " Traço solto" ou "à mão livre" - 

Prós - mais liberdade no manuseio do material sem estar dependente de réguas, mesas de luz ou outros utensílios;  mais espontaneidade no resultado final do trabalho
Contras - cuidado triplicado com as proporções; muito mais propício a erros pois requer muita acuidade visual por parte do desenhista; requer muito treino;



Como podem notar, na imagem original não vemos os olhos do Clint por estarem "envoltos" em uma sombra densa , projetada a partir de suas sobrancelhas - mas eu precisava situar seus olhos antes de começar o sombreamento propriamente dito, porque se notarem bem, a única referência aos olhos do modelo original é um pequeno brilho na parte  inferior

Desta vez comecei o sombreado de baixo pra cima

Notem como uma simples e APARENTE bobagem influi em qualquer desenho - apenas dois pontos brancos dentro de uma área negra já conferiram a ilusão de profundidade nos olhos do Clint, dando um ar mais austero à expressão do modelo!

"Carranca" quase terminada...

Clint finalizado!!!

Como podem ter notado, o meu "Clint" ficou um "Clint", mas não tão "Clint" como eu gostaria que tivesse ficado... deu pra entender? hehe
Pode-se dizer que a técnica à mão livre é um produto da observação atenta a cada detalhe e é preciso muito tempo de treino para chegar-se a resultados satisfatórios e extremamente próximos da imagem real.
Ou seja - se optar por este estilo, passe um bom tempo observando cada detalhe da imagem, cada sutileza, cada pormenor, gaste tempo observando - o quanto for necessário, absorva os traços e só depois comece devagar e lentamente até pegar o ritmo -  Determinado traço ou parte não ficou bom(boa)? Apague e recomece do ponto de onde julgar necessário.
Cada 'defeito', digamos assim, do meu "Clint" eu só saquei depois de pronto ( confesso que isso é um saco mas a imprudência foi minha e somente minha - melhorar a cada trabalho é uma meta que eu sigo tenazmente e aconselho que façam o mesmo!) =)

Nesta técnica são empregadas as noções básicas  de proporção e medidas, o traçado etc, muito raramente se emprega a régua, mas o correto mesmo é treinar o traço solto sem auxílio de instrumento algum, a não ser unicamente lápis, borracha e papel.

O próximo exemplo que trarei será sobre a técnica da "sobreposição", também conhecida como "decalque".
Espero que tenham gostado e até breve!!
Grande abraço!



Licença Creative Commons

14 comentários:

  1. Oi Betto!

    Espetáculo de aula! Adorei! Vc tem razão em recomendar que não se use régua. Eu sou uma vítima da régua!!! Enquanto desenhava naturezas mortas, usava apenas o lápis, esticava o braço e fazia "medições" para preservar as proporções. Mas quando passei para figura humana percebi quequalquer milímetro faz muita diferença o resultado real. Aí passei a fazer todos os desenhos usando régua e calculadora para ampliar... depois passei para técnica de decalque (essa que vc vai ensinar em breve), mesa de luz e por último o projetor. Confesso que tem sido de grande ajuda pq eu trabalho e tenho uma casa para gerenciar, e isso me poupa um tempo precioso! Mas perdi a habilidade de desenhar à mão livre...

    Que lápis vc usou nesse desenho? nunca tentei usar hachuras nos meus trabalhos em grafite... acho muito espressivo, dá aquela leveza, mas nunca tive coragm de tentar!

    Bjs

    Lu

    ResponderExcluir
  2. O resultado final ficou excelente! O "não tão Clint", deve ser por causa da falta de expressão dos olhos, o q não se vê na foto. Você pretende abordar esfumato nessa série de posts?

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Bruno! =)
    Pretendo sim, mas quero dar um ar mais profissional a coisa, entende? Tenho esfumado com o dedo, com esfuminhos feitos a mão, de papel, co cotonete etc, mas quero comprar um esfuminho original ( existe pirata? hehe zueira ), para dar o meu "veridicto" quanto a esse material tão crucial.
    Abração, Bruno.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lucianaaa rsrsrs obrigado pela força, menina.

    Me passe depois o lance do projetor, ok? Quero saber como funciona ( aprendi mais uma!! ) .
    Quanto ao lápis, foi tudo simples - lapiseira 0.5, lápis 6B e HB, borracha macia e só.
    E o dedão pra dar uma esfumada aqui e acolá rsrsr
    Seus desenhos são fatásticos e posso te afirmar que hachura , com toda a sinceridade, não tem o que fazer - é só deixar a mão suave e zap, zap - dar aquela rabiscada beeem suave e repetida, alternando o tamanho e a espessura dos traços , só um pouquinho de treino já resolve.

    Vou comprar uns lápis de "marca" pra testar, um que eu tenho muita curiosidade é o lápis sépia, que dá aquele tom marrom ao desenho, acho massa.
    Abração, Lu, e até o próximo exemplo, o qual estarei postando em breve!!
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  5. Caramba, você é muito bom o.o, parabéns

    sorte ae

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Felipe, fico feliz que tenha gostado.
    Volte sempre, a casa é sua! =D
    Abração

    ResponderExcluir
  7. Uma alternativa ao esfuminho são os lenços de papel, tipo "Klinex", procure o mais neutro, sem aditivos, perfumes etc. Com eles é possivel conseguir uma gradação bem sutil, porém ás vezes é preciso repetir o "procedimento" , porque o lenço retira parte do pigmento que você estiver usando. Eu uso o esfuminho quando quuero uma fixação mais profunda.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Ah, legal, Bruno, vou usar esta dica em meus próximos trabalhos.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns, ficou show! Só tenho uma curiosidade ,quando você desenha você gira o papel ou desenha com o papel estático?
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, Márcio, valeu pela força. Eu giro o papel sim porque tenho dificuldades em certas partes, e coloco uma folha embaixo da mão com a qual desenho para que meu suor ou mesmo a sujeira do lápis não venham a borrar o desenho. Grande abraço!

      Excluir
  10. Queria tanto aprender a desenhar, acho muito interessante, mas difícil para mim! :(

    ResponderExcluir
  11. Olá, Bárbara - desenho nem depende dessa história de dom, treino é fundamental, assim como em qualquer atividade humana. O ideal é vc treinar bastante e com disciplina. Procure pelo assunto no google, vc vai se surpreender do progresso de muitos aspirantes a desenhistas que começaram fraquinho e hoje dão banho em muitos 'papas' da arte. Um abração e uma ótima semana pra vc.

    ResponderExcluir

.Comentários neste blog são moderados, portanto não serão mais aceitos:
_comentários anônimos
_sem relação com o post;
_contendo links de PROPAGANDA de outros blogs ou qualquer tipo, com o pretexto de comentário ;
_conteúdo ofensivo e imbecilidades;

Este tipo de conteúdo será sumariamente deletado.